Title image

Confirmações científicas

Pesquisas de Isabelle Sabrié
fundadoras da harmonia rítmico-espacial e suas criações

Earth Bioacoustic Regular Pulsation, documentário em inglês, foi inteiramente concebido e produzido  por Isabelle Sabrié para explicar suas hipóteses, começar a demonstrá-las e medi-las. Postado no youtube em 2012, estas hipóteses receberam várias confirmações científicas em 2017 e 2019, em artigos da New-York Academy of Sciences, Brain Sciences, Journal of the Royal Society. Publicações de Isabelle Sabrié.

Pulsações relativas 72-96 (relative pulsations): à 28´57
Medida 96 da pulsação da fala humana (human speech pulsation): à 29´29.

HIPÓTESES E CONFIRMAÇÕES

HIPÓTESE de Isabelle Sabrié, 2012
Existe uma pulsação (isocronia sub-jacenta) comum na biofonia terrestre : Earth Bioacoustic Regular Pulsation
ACADEMIA DE CIÊNCIAS DE NEW-YORK, 2019 (p.89)
“A semelhança observada em tantos registros diferentes de interações comunicativas sugere uma hipótese intrigante: tanto as interações comunicativas humanas quanto não humanas de todos os tipos podem manifestar o mesmo tipo de estrutura temporal hierárquica única que depende da função comunicativa particular, e menos da espécie ou do meio de produção sonora. Tal resultado, se corroborado, indicaria que a fala, a música e as vocalizações animais seguem todos um padrão comum de estrutura temporal hierárquica. » (p 89)
E: “As vocalizações de muitas espécies exibem estruturas temporais, mas sabe-se muito pouco sobre a forma como estas estruturas evoluíram, são percebidas e produzidas, sobre suas bases biológicas e de desenvolvimento, e suas funções comunicativas.» (p 79)
Ravignani, A., Dalla Bella, S., Falk, S., Kello, C.T., Noriega, F., Kotz, S.A. 2019. Rhythm in speech and animal vocalizations: a cross-species perspective. Ann. N.Y. Acad. Sci. 1453 (2019) 79–98.

HIPOTESE de Isabelle Sabrié, 2012
Teoria das pulsações relativas, 72bpm et 96bpm, múltiplas de 24 (2×12):  à 28´57 do documentário
Medidas pelo ouvido da pulsação 96bpm para a fala humana: à 29´29 do documentário
REVISTA BRAIN SCIENCES, 2019 (p.7)
“Nos blocos de batidas faladas/cantadas, cada participante foi apresentado com 12 frases, faladas naturalmente, depois faladas regularmente, depois frases cantadas no tempo original (120 bpm), e seis frases de cada tipo [naturais, regulares, cantadas] no tempo mais lento (96 bpm)… … Na demonstração, foi utilizada uma frase diferente para cada tipo e cada uma foi apresentada em um ritmo diferente (84 bpm ou 108 bpm) daquelas utilizadas na experiência“.
Lagrois M.-E., Palmer C., Peretz I. 2019.Poor Synchronization to Musical Beat Generalizes to Speech. Brain Sci. 2019;9:157. doi: 10.3390/brainsci9070157. p7
84, 96, 108 et 120 bpm entram na teoria das pulsações relativas, são todas múltiplas de 12, e usam a pulsação 96, a que foi medida por Isabelle Sabrié em 2012.

HIPÓTESE de Isabelle Sabrié, 2012
Existe uma pulsação (isocronia sub-jacenta) da fala humana, comum em todas as línguas: Earth Bioacoustic Regular Pulsation, à 29´29
THE ROYAL SOCIETY PUBLISHING, 2017 (p.8)
« Mais trabalho é necessário para investigar esta interpretação, mas podemos concluir que as funções do AF capturaram uma estrutura hierárquica temporal comum na fala humana, independentemente dos inventários de fonemas, sílabas, palavras e frases faladas, e independentemente do contexto cultural. »
Kello, C.T., Dalla Bella, S., Médé, B. & Balasubramaniam, R. 2017. Hierarchical temporal structure in music, speech and animal vocalizations: jazz is like a conversation, humpbacks sing like hermit thrushes. J. R. Soc. Interface 14:20170231. p.8